sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Book Review: Princesa Adormecida - Paula Pimenta

 Olá meus amores!
 Hoje é sexta-feira e recesso aqui no estado do Rio de Janeiro. Amanhã é dia de praia e todos comemoram. Uhules  Está fazendo um dia lindo lá fora, já foi ver? O sol está radiante e te convidando para dar um volta. Que tal? Mas, se você não quiser a noite também te espera! Com a lua maravilhosa te iluminando e fazendo com que você dê boas risadas. Enquanto você decide se vai ou se fica, leia essa resenha linda que eu estou escrevendo pra você, querido leitor, com muito amor.
 O livro de hoje é da Paula Pimenta, que vive no mundo encantado igual a alguém que conheço que não digo o nome eu, é da editora Galera Record e tem 189 páginas. É uma leitura bem tranquila, "água com açúcar" como dizemos por aí.  É um livro bacana para quem gosta desses temas. E eu sou suspeita para falar, eu gostei! :D E nem acredito que li em um dia! (Nesse dia eu não tinha nada pra fazer) risos!
 Este relata a história de uma menina chamada Anna Rosa, que morava com seus tios lindos e maravilhosos no Brasil e que estudava em um internato só para garotas. Rosa como era chamada, adorava música e fazia aula de canto. Só que no meio dessa vida de provas escolares e aulas de canto, ela tinha um passado que nem ela mesma o conhecia. Os tios sempre muito cautelosos, pediam para que não falasse com estranhos e que nunca contasse o seu segredo para ninguém.O que ela sabia era uma omissão dos fatos e não entendia o motivo de ter tanta cautela.

"Porém, a cada despedida, faziam a mesma recomendação: que nunca revelasse a ninguém aquela história dos meus primeiros anos de vida.
Rosa, por maior que seja a amizade, prometa que você vai guardar segredo, eles diziam incontáveis vezes. É só isso que pedimos! Nós sabemos que você confia nas suas amigas, mas elas podem contar para alguém sem querer e esse alguém contar para outra pessoa e então..."
(Capítulo três - página trinta e três)
 Com toda essa "pressão" ela se dedicava muito as aulas de canto e não tinha "tempo" para conversar com estranhos como pediam. Porém, um belo dia ela recebeu um sms com palavras em francês. Achou estranho e não sabia quem era. No inicio não dera muita importância, mas a conversa fora ficando interessante e ela se encantou com o rapaz. E eu não vou contar o desfecho, porque não quero falar muitos spoilers importantes, quero que leiam o livro. (risos)

"Fiquei parada só olhando para a tela por uns segundos. Eu podia desligar o celular e esquecer aquilo para sempre. Mas era a primeira vez que um garoto trocava algumas palavras comigo, ainda que por escrito. Que mal poderia fazer? Ele estava do outro lado da linha! Não é como se pudesse me puxar para dentro do celular. Claro que ele poderia estar mentindo a idade, o nome e até o gênero... Mas resolvi arriscar." (Capítulo sete - página cinquenta e nove)

 Ao redor desse seu passado existia muitas pessoas envolvidas. Inclusive Marie Malleville. Que era uma espécia de "vilã" na história e queria simplesmente achar Anna Rosa e mata-la. Sim, isso mesmo que você acabou de ler. Era uma espécie de vingança que ela queria fazer.
 Na verdade, Rosa se chamava Áurea Bellora e era de lugar do outro lado mundo e simmm era da realeza.(apaixonada). Que fora dada como morta aos cinco anos de idade. vai ter que ler pra descobrir o porque, dois beijos. 

"Áurea Bellora havia sido declarada morta aos cinco anos de idade, porém, a criminosa Marie Malleville desconfiou de que aquela fosse apenas uma tentativa de despistá-la, e por mais de 11 anos tentou achar a menina. Para finalmente encontrá-la, contou com a ajuda de um cúmplice: Um garoto que concordou em seduzir Áurea para descobrir informações que pudessem revelar seu paradeiro. Apaixonada, Anna Rosa - como Áurea passou a ser chamada desde que veio para o Brasil - contou detalhes cruciais por meio de mensagens de celular, como o endereço da escola e a data de uma apresentação musical  da qual participaria,assim como o amor por animais e o fato de ser alérgica a picadas de inseto, levando Malleville direto para ela e possibilitando a criação de um plano perfeito para atraí-la e assassiná-la." (Capítulo quinze - página cento e dezoito) 

 Como vocês podem observar, a história é bem envolvente e tenho que confessar que o desfecho me surpreendeu muito. O que acharam da resenha? Gostaram? Alguém ai já leu? Conte nos comentários.

"Wherever you are, where will you be, are you the same or dreaming on te other side 
waiting for me?!" (Página 90)

Beijinhos,
Thaiza Chiara.