domingo, 31 de maio de 2015

Book Review: Simplesmente acontece - Cecelia Ahern - Novo Conceito

Hello pessoal! Quanto tempo não temos um book review aqui em?! Sei que vocês gostam desse tipo de post, e sei também que estou em falta-risos-mas como esperança é sempre a última que morre, venho aqui vos dar uma boa notícia, hoje tem book review-todas comemora- e esse livro é maravilhoso e se você ainda não leu, pode separar os lencinhos, pois se emocionará bastante. Pode continuar a ler porque esse livro foi muito amor e NÃO terá SPOILERS. Obrigada, de nada.

 A escritora do livro é nada mais e nada menos que Cecelia Ahern, escritora de grande sucesso e com uma carreira muito promissora-e ela mora em DUBLIN, vocês leram bem? Sim, Dublin- tirando o fato de Dublin ser minha cidadezinha favorita do coração, ela escreveu P.S. eu te amo- e sim, sei que assim como eu você também chorou lendo e assistindo esse romance que só os dedinhos deCece(fazendo a íntima), podem escrever. 

 Simplesmente Acontece tem quatrocentos e quarenta e oito páginas e não tem sumário-que por sinal eu acho muito legal- é dividido em quatro partes e conta a história de Rosie e Alex, desde quando eram pirralinhos até suas confições, loucuras, pensamentos e vivências adultas. O que é interessante na primeira parte são os erros de português cometidos por eles quando crianças, que deixaram propositalmente e o que fez muita diferença na hora da leitura, e tem horas que chega a ser um tanto quanto cômico.

 Rosie e Alex são amiguinhos, porém, quando vão crescendo e se descobrindo não sabem admitir que estão apaixonados-ou que na verdade, sempre foram apaixonados e feito exatamente um para o outro- com o passar do tempo suas vidas vão tomando rumos diferentes. Escola, adolescia, primeiro beijo, faculdade, primeira transa, primeira namorada(o) e talvez uma gravidez inesperada. Gravidez essa, decisões que serão tomadas, que mudará o destino desse casal tão, tão, tão cheio de graciosidade e o mais importante tão cheio de amor. 

 Alex, um pirralho que adorava ir as consultas dentárias, pois, o seu sonho de ser um dentista promissor estava em seus pensamentos de menino. E que escrevia sei de forma errada, e que por algum motivo, nunca mudara esse seu hábito estranho, que por sinal incomodara tanto, Rosie. "Alex, sei escreve com S e não com C, que droga." Aquela sujeira no aparelho de Rosie ou pelo simples fato de falar um pouco errado pelo uso daqueles ferrinhos, eram motivos de risadas. Mensagens trocadas, assuntos que não acabavam mais, discussões sobre a a Srt. Casey Bafo de Onça, ou pelo amigo que come meleca. E de repente esses assuntos, passaram a ficar sério, decisões tiveram que ser tomadas, que mudariam suas vidas.
 
 Rosie, se sentia um peixinho fora d'água. Não sabia ao certo o que queria ser, mas sabia que um dia iria se tornar gerente de um grande e renomado hotel. Que fixação louca por hotel que ela tinha, as brincadeiras com Alex de hotelzinho, lhe chamavam sempre atenção, e no seu hotel, o cliente estava sempre em primeiro lugar. Entretanto, escolhas feitas mudam o seu rumo, os sonhos por um momento escorrem em seus dedos, mas como toda boa brasileira que não desiste nunca, não pera, Rosie, era uma mulher incrível, forte, até demais. E como toda mulher forte consegue dar a volta por cima, mas de uma maneira surpreendente.

 Esse livro é simplesmente maravilhoso, nos faz parar para refletir de como o tempo passa rápido e de como devemos ser sábios e menos impulsivos ao tomar as decisões mais importantes da nossa vida. Ele não é de auto-ajuda e nem sobre reflexões, é apenas um romance gostoso e surpreendente de se ler. Sabe o gostinho de quero mais? Então, esse nos deixa com esse gostinho!

 O tempo, as nossas decisões, o orgulho, um certo egoísmo, são coisas que passam pela nossa vida-que lendo essa história- nos fazem parar para refletir como estamos agindo. Será que o amor é uma estrada só de ida? Ou pode ser mão dupla? Será que podemos amar, ou pelo menos, sair do "se" e começar a tentar? Mas tentar o que, Thaiza? Ser feliz, oras. Tentar se amar e se permitir ser amada. Sim, a estrada pode ser mão dupla.
Beijinhos,
Thaiza Chiara. 

"Sua amizade trouxe cor para a minha vida, isso até nos momentos mais sombrios, sou a pessoa mais sortuda do mundo, por esse presente, espero não tê-la desvalorizado, acho que talvez eu tenha, por que as vezes você não vê, que a melhor coisa que aconteceu à você esta aí, bem sob o seu nariz, mas isso também é bom, de verdade, porque eu percebi, que não importa onde você esteja, ou o que esta fazendo, ou com quem esteja, eu sempre, honesta e verdadeiramente, te amarei com todo o meu ser!"