quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Pare de se auto-sabotar


  Acredito que todo mundo já passou por esse momento. Sim, eu entrei. Achei que esse momento nunca fosse chegar. É amiga, ele chegou. Acreditava que essa coisa de auto-sabotagem era balela. Sabe aquelas coisas que vem escritas na bula do remédio e que nunca lemos? Pois é... eu nunca lia a bula e por não ler a bula as consequências chegaram. Hoje, elas foram embora, mas para que elas fossem, fora preciso me olhar no espelho e dizer pra mim mesma: pare de se auto-sabotar. 
 Quando os problemas começavam a chegar a primeira a coisa a ser feita era entrar em pânico-cartão vermelho pra mim- pois além de me deixar mais assustada com a situação, não conseguia enxergar como um todo. E assim só conseguia ver os pontos negativos. E por incrível que pareça, os pontos positivos estavam ali o tempo todo e só eu não conseguia ver. A minha cabeça gritava, olhava ao redor e só conseguia ver erros, erros e mais erros. A minha cabeça girava como se eu estivesse presa dentro do meu próprio cérebro. Só sabia girar.
 Muitas coisas foram acontecendo e eu não conseguia digerir tudo aquilo. Parecia que toda hora eu deitava no asfalto e passavam aquela máquina de acentuar a terra depois que chove e a rua precisa ficar plana, sabe? Eu ficava tão plana ao ponto de não sair do lugar. Ao ponto de ter oportunidades e deixá-las passar por mero comodismo ou simplesmente pensar que não capaz para tal. A única coisa que valeu á pena dessa máquina foi aprender que preciso parar. Sim, preciso desacelerar. Desacelerar e olhar em volta. Observar.
 Começar a ter arte de falar menos e ouvir mais. Ok, qual comunicador que fala pouco? Sim, está no sangue. Comunicadora nata. Ouvir? Sim, sou toda ouvidos. Pausa para o café. Onde paramos? Sim, claro
 Aprendi que devemos saber colocar na peneira ao final de um dia. Sim, tudo. O que passar dela, deixe ir embora, não era para ficar. Agora o que ficar, aprenda com eles. Aprenda a dizer não faz um bem danado. Dizer sim para tudo, querer agradar á todos e absorver tudo e todos para si próprio não irá te fazer uma pessoa melhor ou não irá te transformar na Madre Tereza-Deus á tenha-saber dizer não é aprender a não se sabotar. Exercite o não. Sua vida irá melhorar, tenho certeza.
 Fazer check list é coisa de Virginiano que adora ser organizado. Mas aprendi também nesse processo de não sabotagem contra a minha pessoa que precisamos fazer um check list para levarmos para sempre conosco, anota aí:

  • EVITE                                                                              
    Pessoas pessimistas;
    Críticas destrutivas;
    Não seguir o seu instinto;
    Criar expectativas em pessoas não recíprocas.
  • ABSORVA
    Pessoas positivas;
    Lado bom e lado ruim de tudo (tudo é aprendizado, ok?)
    Críticas construtivas;
    Sorrisos;
    Frase de efeito de em quando é bom, viu?


    Pare de auto-sabotar!